Bad

– Mergulhando cada vez mais fundo ele já não via mais a luz.
– o que ele via ?
– Ele via ele mesmo tomado pela penumbra criada por ele mesmo. Tomado pela dor e pela escuridão. Rastejou até os vermes mais sujos e contou-lhes uma historia, a sua historia.
– Ele sentia dor ? Por que ?
– Às vezes sentimos dor com a tristeza, com a solidão, por não sermos como queriamos. Tem pessoas que tornam isso até físico de tamanha a dor que sentem. Continuando: Ele contou a historia de sua vida esperando algum conforto de seres repugnantes, talvez até mais repugnantes que ele mesmo se achava, Eles riram, banalizaram toda a vida do garoto, fizeram ele se sentir menos que eles.
– Menos que vermes ?
– Sim, menos que eles.
Ele estava faminto , se sentindo pior que os vermes então transformou-se em um monstro , devorou aqueles seres despresíveis procurando mais uma vez conforto em algo , se viu só mais uma vez. Sentiu que não via a luz a muito tempo e ao mesmo tempo não queria busca-la, afinal um monstro a luz do dia só iria ser mais motivo de banalizaçãoes, risadas e tormentos.
– Eu não entendo. Ele procurava algo pra se sentir menos só , quando achou algo, mesmo que ruim, destruiu com aquilo. Acho que ele não quer se sentir confortado, acho que ele quer ser mais que alguma coisa ou ser algo importante pra alguém ou para algo.
– Ele é… Ele é importante pra ele mesmo. independente de como seja.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s