Ele olha no fundo dos olhos dela e suspira profundamente, como quem não tem mais um motivo para viver. Desvia o olhar por um breve instante, o mesmo instante que demorou em sentir ela como sua mulher na primeira vez que a viu, se aproxima após retornar o olhar para seus olhos, como quem flutuava, lentamente, mais e mais perto até chegar à face de sua, não mais saudosa, amada.

Suspirou mais uma vez, agora para inalar o perfume da carne, do suor frio de um coração que não batia mais, deu-lhe um beijo em sua face sentindo o gélido da pele.

Afastou-se rápido com os olhos fechados e úmidos, virou-se mais rápido ainda, dando-lhe as costas, de um modo como nunca dera antes, Pegou seu casaco de forma bruta em um movimento ininterrupto e saiu pela porta dos fundos.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s